Sexta, 19 de Julho de 2024
21°C 36°C
Palmas, TO
Publicidade

Ocorrências de incêndios florestais representam prejuízos para a sociedade

Ações de prevenção, fiscalização, monitoramento e combate a queimadas e incêndios florestais são fundamentais para proteger o meio ambiente.

02/07/2024 às 17h33
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Yandex
Yandex

A ação humana e as alterações climáticas têm ocasionado riscos constantes de queimadas e devastação, especialmente em períodos mais secos do ano. Incêndios criminosos provenientes da queda de balão, uso irregular do fogo em atividades agropecuárias e o vandalismo estão entre os motivos que mais causam incêndios florestais e proporcionam prejuízos incalculáveis para a sociedade. O sistema de saúde, por exemplo, é sobrecarregado para atender aos atingidos pela fumaça.

Os incêndios em vegetação, matas e florestas formam condições de propagação do fogo distintas dos demais tipos de incêndio que devem ser prevenidos e controlados com técnicas e procedimentos específicos.

O fogo causado por ação humana no Cerrado tem um alvo principal: a vegetação nativa da savana mais biodiversa do mundo. “De 1985 a 2022, 88% dos 729 mil km² que queimaram ao menos uma vez no bioma tinham cobertura natural. É o que mostra a série de dados da Coleção 2 do MapBiomas Fogo que mapeia as cicatrizes do fogo no Brasil”, relata a ambientalista Vininha F. Carvalho, editora da Revista Ecotour News.

Segundo Vera Arruda, pesquisadora no IPAM e no MapBiomas Fogo, a predominância do fogo em formações campestres e savânicas se deve à vegetação herbácea, composta por gramíneas, que principalmente na época da seca se torna um excelente combustível. Além disso, o fogo é mais restrito na formação florestal com árvores e arbustos de grande porte devido à elevada quantidade de água na biomassa viva, e as consequências para o ecossistema são muito mais devastadoras.

A ABNT é protagonista de uma norma internacional que define requisitos e procedimentos básicos para combate a incêndios florestais, baseada na Prática Recomendada ABNT/PR 1014:2021.

Para prevenir e combater incêndios florestais, a Prática Recomendada abrange informações que vão da característica dos incêndios, medidas preventivas, qualificação e capacitação das equipes combatentes, utilização dos equipamentos de proteção individual, coletivos e ferramentas, bem como os aditivos para água de combate, as viaturas e aeronaves usadas nas operações, procedimentos básicos de combate, plano de proteção, além da investigação das causas e origens.

“A norma da ABNT, que servirá de base para a norma internacional, foi elaborada utilizando melhores práticas adotadas no mercado brasileiro e referências técnicas estrangeiras e internacionais”, destaca o presidente da ABNT, Mario William Esper.

O incêndio florestal prejudica a vegetação e causa a morte de animais silvestres, além de aumentar a poluição do ar, diminuir a fertilidade do solo e causar problemas de saúde na população.

“Os biomas desempenham um papel fundamental na manutenção dos ciclos naturais essenciais para a vida, como o do carbono e do nitrogênio, além de contribuírem para a absorção e distribuição de água pelo solo. Ainda é tempo de entender que a floresta é uma riqueza a ser preservada, que não há necessidade de queimadas e desmatamento”, conclui Vininha F. Carvalho.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Palmas, TO
21°
Tempo limpo

Mín. 21° Máx. 36°

21° Sensação
2.06km/h Vento
68% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h31 Nascer do sol
06h07 Pôr do sol
Sáb 36° 21°
Dom 36° 21°
Seg 37° 20°
Ter 37° 21°
Qua 38° 24°
Atualizado às 01h04
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,54 -0,08%
Euro
R$ 6,04 -0,08%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,71%
Bitcoin
R$ 377,855,70 +0,73%
Ibovespa
127,652,06 pts -1.39%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade