Sábado, agosto 13, 2022

TO abate mais de 1 milhão de cabeças de gado em 2018; investimentos podem alavancar números

O estado tem potencial para dobrar esse número nos próximos anos. Por isso, a necessidade de investir na cadeia produtiva da carne, desde a criança até o frigorífico.

O Tocantins abateu mais de 1 milhão de cabeças de gado no ano passado, entre machos e fêmeas. O número aumentou em relação a 2017, quando foram abatidos 940 mil animais. Mas o estado tem potencial para dobrar esse número nos próximos anos. Por isso, a necessidade de investir na cadeia produtiva da carne, da criação ao frigorífico.

O pecuarista Renato Bassani conseguiu aumentar a capacidade de animais para o abate. Ele tem uma fazenda na região de Araguaína, com quase 2 mil cabeças de gado. Mas para melhorar os números, o produtor teve que mudar a gestão na fazenda, apostou em novos caminhos. Logo, os resultados não demoraram a aparecer.

Depois que a inseminação artificial foi iniciada, o produtor conseguiu melhorar o plantel e reduzir o tempo de abate de forma considerada.

“Quando nós não trabalhávamos com melhoramento genético, a gente gastava até 40 meses para abater um boi no frigorífico e hoje, com esse trabalho feito, nós reduzimos para 30 meses”, conta ele.

Além das melhorias realizadas pelos produtores, o investimento no setor industrial foi essencial para melhorar o cenário no estado. Em um frigorífico localizado na região norte do estado, são levadas ao abate 200 cabeças por dia. A associação responsável pretende aumentar essa capacidade em breve.

“Acredito que no máximo de seis meses, a gente já estar ampliando o nosso frio, nós estamos já tomando essas providências, para a gente dobrar a produção”, argumentou o presidente do frigorífico Sebastião Alencar.

- Publicidade -- Publicidade -
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

POPULARES