Segunda-feira, agosto 15, 2022

Polícia Federal investiga empresas suspeitas de fraudes em pagamento de imposto

Esquema teria fraudado o pagamento do Simples Nacional. Segundo a PF, prejuízo causado ao banco pode chegar a R$ 180 mil.

 

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta terça-feira (11), cinco mandados de busca e apreensão contra uma organização criminosa responsável por fraudes bancárias. Segundo a PF, o esquema teria fraudado pagamentos de um imposto obrigatório para empresas e o prejuízo causado ao banco pode chegar a R$ 180 mil.

Operação Phishing é realizada em Palmas e Porto Nacional e os mandados foram expedidos pela 4ª Vara Federal de Palmas. A ação teve a participação de 30 policiais.

Os principais alvos da operação são empresas de caça e pesca. Segundo a PF, a investigação começou após um relatório de análise de fraudes bancárias identificar um golpe no pagamento do imposto Simples Nacional por empresas do Tocantins entre em 2016 e 2017. O relatório foi elaborado pelo Serviço de Repressão a Crimes Cibernéticos da Coordenação Geral de Polícia Fazendária.

Os investigados devem responder pelos crimes de furto mediante fraude, organização criminosa e lavagem de dinheiro. As penas podem ultrapassar 26 anos de prisão.

Conforme a PF, o nome da operação faz referência ao termo atualmente utilizado para descrever a aquisição de dados pessoais e financeiros de vítimas por meio de mensagens falsas na internet. A palavra “fishing”, em inglês pescaria, foi utilizada em referência aos principais alvos.

- Publicidade -- Publicidade -
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

POPULARES