Sábado, agosto 13, 2022

Justiça Militar liberta PMs acusados por jovem de estuprá-la em viatura em SP

Decisão revogou a prisão dos policiais militares Danilo de Freitas Silva e Anderson Silva da Conceição e concedeu a liberdade provisória aos réus.

A Justiça Militar revogou a prisão dos policiais militares investigados pelo estupro de uma jovem de 19 anos, em Praia Grande, no litoral de São Paulo, que teria acontecido dentro de uma viatura. Segundo confirmado pelo Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo (TJMSP) nesta sexta-feira (10), Danilo de Freitas Silva e Anderson Silva da Conceição tiveram a liberdade provisória concedida após seis meses detidos.

A Polícia Militar esclarece que, após decisão judicial, os envolvidos na ocorrência deixaram o Presídio Romão Gomes, onde estavam presos preventivamente desde junho de 2019, após um laudo pericial aponta indícios de violência sexual  contra a jovem que acusou os dois militares.

Apesar de terem saído do presídio, os dois continuam afastados do serviço operacional. O processo administrativo, instaurado pela Corregedoria, segue em andamento e a pena pode chegar à exclusão dos envolvidos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Praia Grande segue investigando o caso por meio de inquérito policial, que está em segredo de Justiça.

O caso

Conforme a vítima havia relatado em entrevista, ela voltava da festa de uma amiga e pediu ajuda aos policiais, perguntado onde encontrava um ponto do ônibus. Eles teriam oferecido carona e um dos policiais entrou com ela no banco de trás, a estrupando durante o percurso.

- Publicidade -- Publicidade -
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

POPULARES