1) Toda a rota turística do Jalapão, na qual a Lagoa do Japonês faz parte, encontra-se aberta.

2) O comércio do município de Pindorama encontra-se aberto, ressalta-se bares, restaurantes e pousadas.

3) Além de ponto turístico a lagoa é restaurante e, se os restaurantes do município podem funcionar e atender seus clientes, porque o da lagoa não pode?

4) A Lagoa do Japonês possui toda estrutura para atender as normas de distanciamento social e sanitárias para prevenção do novo Coronavírus, além de contar com mais de 350m² de área para alimentação e espaço total com mais de 20 mil m² de área útil.

4) A lagoa do Japonês fica a 32 km do centro de Pindorama e, apesar de ser rota de passagem, oferece menos risco a população do que o próprio comércio da cidade. O município de Pindorama continua sendo rota de outros pontos turísticos que encontram-se abertos e em pleno funcionamento.

5) O prejuízo moral e financeiro da classe turística é incalculável, além das agências perder em novas vendas, perder a credibilidade, precisam reembolsar clientes que já adquiriram pacotes de viagem incluindo a lagoa, sem contar com os turistas que encontram-se em trânsito e ficam desolados e desamparados.

6) Nenhuma agência, associação turística ou outro município da rota turística do Jalapão foi informada sobre o possível fechamento ou paralisação parcial da lagoa do Japonês.

7) A classe turística solicita revisão da decisão publicada, conforme último decreto, autorizando o funcionamento total ou parcial da lagoa desde que atendidas todas as normas de distanciamento social e sanitárias impostas pelo município e OMS.