Em aquecimento para a volta do ‘Encontro’ na próxima segunda-feira, 20/4, Fátima Bernardes conversou com o apresentador Pedro Bial em uma live pelas redes sociais do Gshow. Acostumado a grande coberturas, o apresentador comparou a pandemia do coronavírus a um terremoto.

“Nós somos profissionais que estamos acostumados a trabalhar nas crises. Já vivi como jornalista crises políticas, sociais. A coisa mais semelhante, comparável ao que a gente está vivendo, foi a cobertura de um terremoto que eu fiz. Aquilo que você tem como garantido, que é o chão, não tem mais. O chão treme”.

“Da mesma maneira hoje o que a gente tem de garantido, que é o ar que a gente respira, o próximo, o abraço, o beijo, o viver em sociedade, também desaparece. Então são crises que mexem com certezas muito profundas na gente”.

 Pedro Bial fala de quarentena e coronavírus em live nas redes sociais do Gshow — Foto: Reprodução/Instagram

Pedro Bial fala de quarentena e coronavírus em live nas redes sociais do Gshow — Foto: Reprodução/Instagram

Pai de 5 filhos, Bial contou que tem aproveitado esse momento para está mais próximo das caçulas, fruto de seu casamento com a jornalista Maria Prata.

“A minha convivência com as pequenas é uma grande oportunidade. Estou aproveitando muito. A gente está mais próximo. A Laura com dois anos e meio não dá nem pra explicar o que está com acontecendo. Mas ela está super feliz de estar com o pai e a mãe”.

Maria Prata com Pedro Bial e a primogênita, Laura — Foto: Reprodução/Instagram

Maria Prata com Pedro Bial e a primogênita, Laura — Foto: Reprodução/Instagram

Outra atividade que o apresentador tem se dedicado nesta quarentena é a culinária. Ele revelou quais pratos gosta de fazer.

“Eu estou adorando cozinhar. Eu já gosto, mas com essa oportunidade a gente ganha mais um pouco de confiança. Em geral meus peixes e frutos do mar agradam muito. Como eu não me garanto muito na cozinha, acho que os bons ingredientes já livram a cara da gente”.

#QuarentenaDoConversa

Fátima Bernardes lembrou que o apresentador já teria voltado ao ar com o ‘Conversa com Bial’. Ele explicou que tem pensado em formas para que isso possa acontecer e cobrou uma visita. “Quando os contatos sociais puderam voltar, vamos marcar. Eu vou adorar!”, prometeu Fátima.

Enquanto isto não acontece, Bial tem feito leituras nas redes sociais do programa na #QuarentenaDoConversa. Em homenagem ao amigo, Fátima fez questão de ler uma crônica do escritor Fabrício Carpinejar, parceiro do Encontro, que fala sobre relações familiares. Emocionado, o apresentador retribuiu com uma frase do compositor e escritor Aldir Blanc: “Acreditar na existência dourada do sol, mesmo que em plena boca nos bata o açoite contínuo da noite”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui