BTS fez alerta aos fãs, gravações de ‘Missão impossível’ na Itália foram canceladas e mercado da moda está preocupado. Entenda impacto da epidemia na cultura.

 

Desde o início desse ano, o novo coronavírus assombra países do mundo todo. O cotidiano nas cidades foi alterado e a economia sofreu um baque. Da mesma forma, a cultura também foi contaminada.

Artistas e produtores estão alterando suas rotas para evitar o avanço do Covid-19 – a doença causada pela nova forma do vírus.

Na Coreia do Sul, enquanto a população vibrava pela vitória de “Parasita” no Oscar, também assistia à multiplicação dos casos de pessoas doentes.

O país já registrou mais 5 mil casos da doença, 31 pessoas morreram. O governo tem pedido à população que evite aglomerações e permaneça em casa diante de sintomas como febre ou dificuldades respiratórias.

O próprio diretor de “Parasita”, Bong Joon-ho, recebido como heroi pelos sul-coreanos após a vitória no Oscar, falou sobre a epidemia ao chegar ao aeroporto de Incheon.

“Obrigado pelos aplausos, gostaria de enviar aplausos de volta a vocês por lidarem tão bem com o coronavírus”, disse Bong. “Vou me juntar aos esforços para superar o corona lavando minhas mãos cuidadosamente.”

Fãs de k-pop, a música pop sul-coreana que é fenômeno mundial, ficaram preocupados com um alerta do grupo BTS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui