O deputado estadual Elenil da Penha disse que o MDB, seu partido, deveria primeiro resolver “suas questões internas” antes de se preocupar em trazer novos quadros, como se cogita sobre a prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), e sobre o ex-prefeito Raul Filho (sem partido). “Qual o nosso foco?”, questionou.

 

 

Ele disse, inclusive, que o está em discussão no partido não é só o processo eleitoral deste ano, mas o próprio comando do MDB. “Quem é o presidente?”, perguntou. Com a saída do ex-governador Marcelo Miranda da prisão há duas semanas, ele poderia reassumir a presidência do partido, já que não havia renunciado, mas se afastado para que o vice, o deputado estadual Nilton Franco, pudesse comandar a sigla.

Elenil lembrou do fim das coligações, o que obriga os partidos a se dedicarem a formar uma chapa forte de candidatos a vereador. “E como ficam esses quadros em Palmas, Araguaína e Gurupi?”, volta a questionar o deputado. Para ele, se o MDB não resolver essa questão “não tem como falar em candidato a prefeito”.

O parlamentar defendeu que é necessário decidir a situação de Araguaína, sua cidade e onde é pré-candidato a prefeito, bem como seu colega de Assembleia e também emedebista Jorge Frederico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui