A Polícia Federal deu início na manhã desta quarta-feira, 27, à operação Gato do Mato que tem como objetivo desarticular uma organização criminosa especializada em furto de agência dos Correios. A operação visa cumprir três prisões e cinco buscas em endereços de Palmas, Almas, Porto Nacional, Formoso do Araguaia e Pedro Afonso.

Os mandados foram expedidos pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária do Tocantins. Conforme a Polícia Federal (PF), a investigação começou após o arrombamento da agência no dia 7 de abril deste ano.

Segundo a PF, os investigados devem responder pelo crime de furto qualificado, com pena que pode passar dos 10 anos de reclusão.

O nome da operação faz referência a um animal terrestre, ágil e que costuma caçar e se deslocar durante a noite, para se proteger dos predadores de hábitos diurnos.