Segunda-feira, agosto 15, 2022

Controladoria amplia orientação técnica a órgãos e entidades do Poder Executivo Estadual

A Controladoria-Geral do Estado (CGE), por meio da Superintendência de Gestão e de Ações de Controle Interno, promoveu durante este ano dezenas de visitas técnicas a órgãos e entidades do Executivo Estadual. A ação fez parte de uma política de prevenção, aproximação e orientação técnica da Controladoria junto às pastas do Governo para aprimorar os serviços relacionados ao orçamento e ao controle.

No total, foram 485 atividades realizadas por meio de visitas e atendimentos presenciais com reflexos positivos no desenvolvimento das políticas públicas, da aplicação de recursos e na prestação das contas de Governo.

O gestor da Controladoria, Senivan Almeida de Arruda, ressalta a importância da iniciativa. “Esse é um trabalho que iniciamos este ano e pelos resultados favoráveis daremos continuidade em 2020, pois a orientação e o acompanhamento são de suma importância para a eficiência e a eficácia da gestão pública”, ressalta o secretário-chefe.

Visitas

As visitas iniciaram em maio, passando por várias pastas no primeiro semestre, entre as quais as secretarias da Infraestrutura, Cidades e Habitação (Seinfra); da Cidadania e Justiça (Seciju); da Educação, Juventude e Esportes (Seduc); do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) e a Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto).

Já neste semestre, só no mês de novembro, receberam a visita dos técnicos da CGE as secretarias da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro); da Indústria, Comércio e Serviços (Sics), além do Instituto de Desenvolvimento Rural (Ruraltins); da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapt) e das agências de Metrologia (AEM); Agência de Defesa Agropecuária (Adapec); de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) e, da Agência de Fomento do Estado do Tocantins.

O superintendente de Gestão e de Ações de Controle Interno da CGE, Benedito Martiniano da Costa Neto, observa que a iniciativa se soma aos cursos de capacitação ofertados pelo órgão para aprimorar as atividades de controle. “Buscamos identificar e dirimir as deficiências por meio da capacitação e da orientação, pois para o bom controle dos gastos públicos é necessário antes de tudo conhecer a realidade e as dificuldades dos técnicos que desempenham as atividades da área e qualificá-los continuamente”, reforça o superintendente.

Integração

As visitas de novembro ocorreram por meio de atividade da Gerência de Auditoria de Desenvolvimento Econômico da Controladoria, sendo direcionada aos técnicos dos setores de planejamento administrativo, financeiro, contábil, convênios e controle interno. O intuito foi discutir o Relatório Panorâmico da CGE, reforçar a análise da prestação de contas de 2018 e 2019, além de ampliar as orientações necessárias ao bom andamento da gestão.

O gerente Sebastião Pereira Neto, destaca que as reuniões foram muito positivas também no sentido da integração. “Esses encontros serviram para estreitar os laços com as equipes dos órgãos que estão na jurisdição da nossa Gerência. Os técnicos se mostraram muito receptivos ao entenderem que o nosso objetivo é prevenir resultados negativos para a gestão”, conclui.

- Publicidade -- Publicidade -
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

POPULARES