Quinta-feira, agosto 11, 2022

Com talento colossal, Kobe Bryant foi o símbolo maior de uma era em que a NBA dominou o mundo

Astro dos Lakers, que morreu no domingo na queda de um helicóptero, não foi o maior ou o melhor, mas foi o 1º grande ídolo de massa do basquete globalizado em tempos de internet.

 

O impacto devastador da morte de Kobe Bryant se alastra por dois caminhos dolorosos. Primeiro, a tragédia humana, potencializada pela presença da filha Gianna, de 13 anos, no helicóptero que caiu na cidade de Calabasas, na Califórnia. Depois, pelo impacto gigantesco que o astro do Los Angeles Lakers teve na comunidade do basquete em um momento muito especial.

O contexto das últimas décadas ajuda a explicar tamanha comoção. Kobe não foi o maior ou o melhor jogador de todos os tempos. Mas foi o primeiro grande ídolo de massa da época em que a magia da NBA se espalhava pelo mundo em velocidade assustadora.Michael Jordan ocupa, com justiça, o topo do olimpo. Mas sua carreira, de 1994 a 2003, viveu o auge em um período pré-internet, antes das redes sociais. Jordan foi gigante globalmente, mas antes dos memes, dos vídeos curtos, da arte de se tornar viral. Kobe, além de ter abraçado com classe inigualável a missão de ocupar o vácuo deixado por Jordan como dono da NBA, brilhou em escala global. Seus jogos já eram transmitidos para todo o planeta, seus lances já ecoavam pelo Twitter, pelo Facebook, pelo Instagram, pelo Whatsapp.

No Brasil, por exemplo, é incontável o número de garotos e garotas que começaram acompanhar o esporte por causa de Bryant. O fato de defender uma das franquias mais tradicionais da história também ajudou, claro. O Los Angeles Lakers é uma fábrica de lendas desde os anos 60: Jerry West, Wilt Chamberlain, Kareem Abdul-Jabbar, Magic Johnson, Shaquille O’Neal… até LeBron James passou a vestir roxo e dourado. Formados ou não em Los Angeles, alguns dos maiores nomes da história da bola laranja brilharam no time mais hollywoodiano do mundo. Não por acaso, a entrada do ginásio Staples Centers é lotada de estátuas, que atraem turistas e fãs do basquete, seja em dia de jogo ou até fora da temporada.

- Publicidade -- Publicidade -
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

POPULARES