Quinta-feira, agosto 11, 2022

Caixa Seguridade e Caixa Cartões devem abrir capital ainda em 2020, diz presidente do banco

Pedro Guimarães afirmou ainda que subsidiárias Caixa Loterias e Caixa Asset também devem ser lançadas em bolsa.

 

A Caixa espera conseguir lançar as subsidiárias Caixa Seguridade e Caixa Cartões em bolsa ainda neste ano, disse nesta quinta-feira (29) o presidente do banco, Pedro Guimarães.

“Este é o ano em que a gente espera que tenha pelo menos duas aberturas de capital: a Caixa Seguridade e a Caixa Cartões”, afirmou em evento com investidores, promovido pelo banco Credit Suisse, em São Paulo.
Guimarães manifestou ainda a intenção de, mais à frente, também levar para o mercado de ações a Caixa Loterias – algo que depende de um decreto do governo – e a Caixa Asset – projeto que está mais incipiente.

Crédito imobiliário

O presidente da Caixa anunciou que o banco vai lançar “dentro de poucas semanas” a modalidade de crédito imobiliário com taxa prefixada. Segundo ele, o crédito correção pelo IPCA ampliou público com acesso ao financiamento da casa própria porque reduziu entre 30% e 50% o custo da primeira prestação.

“Aí as pessoas falam: Pedro, você não acha que tem uma volatilidade maior para o tomador? Tem. E é por isso que a gente vai, já tem aprovação, dentro de poucas semanas fazer a terceira oferta: crédito pré”, disse. “Pra mim é óbvio. Porque se eu sou um banco e não tenho a capacidade de fazer um hedge, fecha o banco”, completou.
Ainda de acordo com Guimarães, depois que a carteira de crédito imobiliário pelo IPCA completar seis meses, o banco começará a testar o mercado de securitização.

“Depois de seis meses de carteira, nós vamos testar esse mercado. Vê quanto que está [rendendo] a NTN-B longa [título hoje chamado de Tesouro IPCA+]. Nós temos a rentabilidade dessa carteira sensivelmente acima da NTN-B longa. O que eu vou fazer? Vou vender. Por quê? Porque a gente ajuda o mercado a girar essa carteira e ganha dinheiro. A Caixa poderia ser uma grande corretora de crédito imobiliário”, disse.

Outro mercado em que a Caixa planeja estrear, de acordo com Guimarães, é o de maquininhas. “Somos o único banco que não tem adquirência. Vamos resolver agora.”

O executivo disse que o resultado do banco em 2019, que será divulgado nas próximas semanas, será “relevante” e que, “para 2020, será relevante também”, disse.

- Publicidade -- Publicidade -
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

POPULARES